ANOREXIA NERVOSA E BULIMIA NERVOSA NO ÂMBITO UNIVERSITÁRIO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.25191/recs.v9i1.707

Palavras-chave:

Anorexia, Bulimia nervosa, Estudantes, Universidades

Resumo

A presença de transtornos alimentares tem sido cada vez mais frequentes no âmbito universitário. Rotinas exaustivas e estressantes da vida acadêmica, atrelados a problemas pessoais e sociais, podem desencadear no aparecimento desses transtornos. Nesse contexto, o presente estudo teve como objetivo verificar os fatores desencadeantes de transtornos alimentares, em especial, anorexia e bulimia nervosas entre estudantes universitários. Trata-se de uma revisão integrativa de literatura ocorrida ente os meses de agosto e setembro de 2023 nas bases de dados da Scientific Eletronic Library Online (SciELO), Periódico CAPES e na Biblioteca Virtual de Saúde (BVS). Os critérios de inclusão artigos publicados nos últimos cinco anos (2018-2023), em português, inglês ou espanhol, gratuitos, disponíveis na íntegra e que contemplassem o tema proposto desta pesquisa. Excluíram-se os artigos de revisão, teses ou dissertações e artigos duplicados nas bases de dados. Dos 133 artigos encontrados, 11 deles foram utilizados para a discussão deste artigo. Apesar do aumento dos casos de AN e BN entre estudantes universitários, ainda existe um número limitado de pesquisas sobre o assunto, especialmente no Brasil. Portanto, é imprescindível o incremento de novas pesquisas e novas estratégias de cuidados que envolvam a promoção da saúde mental, prevenção e tratamento de transtornos alimentares no âmbito universitário.

Biografia do Autor

Júlia Eloi Cohen, Centro Universitário de Brasília, UniCEUB, Brasil

Acadêmica de Enfermagem do Centro Universitário de Brasília (CEUB), Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Mariana Ferreira Fratelli, Centro Universitário de Brasília, UniCEUB, Brasil

Acadêmica de Enfermagem do Centro Universitário de Brasília (CEUB), Brasília, Distrito Federal, Brasil.

Referências

BELANGERO, S. Opinião: Genética aplicada às doenças mentais e os principais resultados observados em suas pesquisas. UNIFESP, 2020.

CARVALHO, F. Impacto da pandemia por COVID-19 em pacientes com transtornos alimentares: considerações para profissionais de saúde mental. Rev. Bras. Psicoter., v. 23, n. 1, p. 3-7, 2021.

CHRISTENSEN, K. et al. Food insecurity associated with elevated eating disorder symptoms, impairment, and eating disorder diagnoses in an American University student sample before and during the beginning of the COVID-19 pandemic. International Journal of Eating Disorders, v. 54, n. 7, p. 1213-1223, 2021.

COSTA, D. et al. Qualidade de vida e atitudes alimentares de graduandos da área da saúde. Rev Bras Enferm., v. 71, n. 4, p. 1642-9, 2018.

DÍAZ MUÑOZ, G. A. Risk of anorexia and bulimia nervosa and its associated factors in undergraduate students. Revista de Nutrição, v. 34, p. e200067, 2021.

FERREIRA, T. Transtornos alimentares: principais sintomas e características psíquicas. Rev. UNINGÁ, Maringá, v. 55, n. 2, p. 169-176, 2018.

GRAHAM, A. et al. A screening tool for detecting eating disorder risk and diagnostic symptoms among college-age women. Journal of American College Health, v. 67, n. 4, p. 357-366, 2018.

HAY, P. Current approach to eating disorders: a clinical update. Internal Medicine Journal, v. 50, n. 1, p. 24-29, 2020.

LIMA, C. et al. Desenvolvimento do transtorno de compulsão alimentar no período acadêmico e a contribuição do profissional de enfermagem. Nativa - Revista de Ciências Sociais do Norte de Mato Grosso, v. 11, n. 1, 2023.

MARTÍ, A. et al. Eating Behavior during First-Year College Students, including Eating Disorders - RUVIC-RUNEAT-TCA Project. Protocol of an Observational Multicentric Study. Int J Environ Res Public Health, v. 18, n. 18, p. 9456, 2021.

NAVAL, O. et al. Estilo de vida y riesgo de trastorno alimentario atípico en estudiantes universitarios: realidad versus percepción. Enfermería Clínica, v. 29, n. 5, p. 280-290, 2019.

OLIVEIRA, A. et al. Transtornos alimentares, imagem corporal e influência da mídia em universitárias. Rev Enferm UFPE on line, v. 14, p. e245234, 2020.

PINA, M. et al. Comportamento alimentar de homens e mulheres com transtornos alimentares. RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, v. 12, n. 72, p. 515-521, 2018.

SAMPAIO, K. et al. Hábitos alimentares e bulimia nervosa em estudantes de nutrição e Letras/Português de uma universidade pública do Brasil. RBONE - Revista Brasileira de Obesidade, Nutrição e Emagrecimento, v. 16, n. 101, p. 270-281, 2022.

SENICATO, C. et al. 2018. Transtorno mental comum em mulheres adultas: identificando os segmentos mais vulneráveis. Ciênc. saúde colet., v. 23, n. 8, p. 2543-2554, 2018.

SILVA, J. et al. Comportamento de risco para transtorno alimentar em universitárias de Viçosa-MG. R. Assoc. bras. Nutr., v. 12, n. 2, p. 119-132, 2021.

TAHA, A. et al. Eating Disorders Among Female Students of Taif University, Saudi Arabia. Arch Iran Med, v. 21, n. 3, p. 111-117, 2018.

WADE, T. Recent Research on Bulimia Nervosa. Psychiatric Clinics of North America, v. 42, n. 1, p. 21-32, 2018.

Downloads

Publicado

16-05-2024

Como Citar

ALBUQUERQUE, R. N. de; COHEN, J. E.; FRATELLI, M. F. ANOREXIA NERVOSA E BULIMIA NERVOSA NO ÂMBITO UNIVERSITÁRIO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA. Revista Expressão Católica Saúde, [S. l.], v. 9, n. 1, p. 33–43, 2024. DOI: 10.25191/recs.v9i1.707. Disponível em: http://publicacoes.unicatolicaquixada.edu.br/index.php/recs/article/view/707. Acesso em: 21 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos de Revisão de Literatura